Hiperglicemia

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Quando a insulina se torna insuficiente, a glicose no sangue sobe muito, levando a sintomas de hiperglicemia e, eventualmente ao coma hiperglicêmico. isto acontece quando o tratamento medicamentoso (insulina ou antidiabético orais) se torna insuficiente para os padrões de nutrição e atividade física do paciente.

A hiperglicemia e, eventualmente ao coma hiperglicêmico poderão acontecer nas seguintes situações:

– Quando houver um erro, para menos, na dose de insulina;
– Quando o uso isolado do antidiabético oral (comprimidos) já é ineficaz há algum tempo;
– Quando o paciente não segue a nutrição adequada e comete abusos alimentares;
– Em situações de estresse físico ou emocional (por exemplo, na ocorrência de gripes e outras infecções, intervenções cirúrgicas, etc.).

Freqüentemente, a hiperglicemia acentuada e o coma hiperglicêmico são as primeiras manifestações do início da doença no diabetes tipo 1.

No diabetes tipo 2, por ser de instalação mais lenta e progressiva, o coma hiperglicêmico geralmente não ocorre como manifestação inicial da doença.

Com a hiperglicemia, o excesso de glicose é eliminado pelos rins, carregando muito líquido junto. Assim, as principais manifestações da hiperglicemia e do coma hiperglicêmico são:

– Sede intensa, desidratação;
– Volume urinário excessivo;
– Perda rápida de peso;
– Fraqueza e tonturas;
– Coma hiperglicêmico;
– Respiração acelerada;
– Face avermelhada;
– Dor abdominal;
– Perda de consciência.

Suas manifestações vão se intensificando até o paciente chegar ao coma. Se não tratado adequadamente e em tempo, o risco de morte será inevitável.

A prevenção da hiperglicemia e do coma hiperglicêmico pode ser feita através de um rígido controle de glicemia, principalmente em situações de estresse, de doenças intercorrentes e de aumento de ingestão alimentar.

Ao contrário do coma hipoglicêmico, cujas medidas de tratamento de urgência podem ser tomadas até mesmo em casa, no coma hiperglicêmico não há soluções fáceis e simples para contornar a situação. O paciente precisará ser removido, com urgência, para um hospital ou pronto socorro.

Deixe uma resposta