Diabetes Tipo I

No diabetes Tipo 1, ou insulino-dependente, as células do pâncreas que normalmente produzem insulina, foram destruídas.

Quando pouca ou nenhuma insulina vem do pâncreas, o corpo não consegue absorver a glicose do sangue; as células começam a “passar fome” e o nível de glicose no sangue fica constantemente alto.

A solução é injetar insulina subcutânea (embaixo da pele) para que possa ser absorvida pelo sangue. Ainda não é possível produzir uma forma de insulina que possa ser administrada oralmente já que a insulina é degradada pelo estômago, em uma forma inativa.

Uma vez que o distúrbio se desenvolve, não existe maneira de “reviver” as células produtoras de insulina do pâncreas.

O transplante de uma pâncreas sadio ou, apenas, o transplante de células produtoras de insulina de um pâncreas sadio já foram tentados, mas ainda são considerados em estágio experimental.

Portanto, a dieta correta e o tratamento com a insulina são necessários por toda a vida de um diabético.

Não se sabe o quê causa a destruição das células produtoras de insulina do pâncreas ou porquê do diabetes aparecer em certas pessoas e não em outras. Fatores hereditários parecem ter o seu papel, mas o distúrbio, praticamente, nunca é diretamente herdado. Os diabéticos ou as pessoas com diabetes na família, não devem ter restrições quanto à ter filhos.

Causa: É a insuficiência de insulina, geralmente causada pela destruição das células do pâncreas responsáveis pela destruição do hormônio. Sem a insulina, as células não conseguem captar e aproveitar a glicose que circula no sangue.

Pacientes: Normalmente crianças e adolescentes.

Sintomas: Cansaço, emagrecimento rápido, apesar do aumento do apetite, muita sede, necessidade de urinar com freqüência e visão turva.

Tratamento: Injeções de insulina, alimentação saudável e exercícios físicos.

Prevenção: Na maioria dos casos, o problema surge sem avisar e após uma infecção. Um “erro” leva o sistema de defesa do organismo a atacar as próprias células produtoras de insulina, no pâncreas.